quarta-feira, 7 de março de 2012

Um conto chinês

Um conto chinês (Un cuento chino)
dir: Sébastien Borénsztein (2011)
com: Ricardo Dárin,  Ignácio Huang e Muriel Santa Ana

Filme argentino.  Comédia moderada, com um toque de romance.

Homem de meia-idade, orfão de mãe ao nascer e de pai aos 19 anos, trabalha em sua loja de ferragens em Buenos Aires, junto de sua casa, onde vive sozinho, tendo problemas para se relacionar com outras pessoas.
Ele tem várias manias:  visita regularmente o cemitério, compra presentes para a mãe que não conheceu, coleciona histórias insólitas dos jornais e gosta de ver aviões chegando e saindo do aeroporto.


Um belo dia, em que se dedicava a essa última e emocinante atividade, ele vê um chinês sendo jogado fora de um táxi e tem pena do homem, que não fala uma palavra sequer de espanhol/castelhano.

Obviamente, o chinês acaba na casa dele e a convivência começa a ser insuportável para um eremita como o Roberto.




Na mesma época, a cunhada do carteiro, que mora no interior e é apaixonada por ele, vem passar uns dias com a irmã e passa sempre pela loja, aumentando a tensão.


E a vaca?  Bom, tem uma que cai do céu... Aí, só vendo o filme, senão estrago a história.

Veja, é bem feito e divertido.

Recomendo.


[assisti em 19/02/2012]

1 comentários:

Ana . disse...

Adorei esse filme, adoro RIcardo Darín e o cinema argentino

Postar um comentário

Comente, comente....
(este blog tem moderação, mas faço o possível para não demorar muito para aprovar os comentários)
Espero que tenha gostado.
Volte sempre!