sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Minhas tardes com Margueritte

Minhas tardes com Margueritte (La Tête en Friche)
Dir. Jean Becker (2010)
com Gérard Dépardieu, Gisèle Casadesus e Sophie Guillemin

Lindo filme, apoiado por belíssimas interpretações.

Homem que sempre foi rejeitado pela mãe, tratado como idiota pelos professores, colegas e, depois, quando adulto, pelos amigos, encontra, por acaso, em um banco da praça da cidade onde mora, uma velha senhora lendo.

Ele, praticamente analfabeto (daí o nome, a cabeça em frangalhos), sente prazer na leitura que ela faz e passa a ir, com freqüência, à praça, onde sempre é bem tratado por ela.

É um filme sobre amor: amor entre pessoas, amor pelos livros, e também, sobre a falta dele.

A atriz, com 92 anos (é isso mesmo), é fabulosa.  Depardieu encontrou nela uma interlocutora à altura e eles dão um show.

Super recomendado!

[assisti em 21/12/2011]

5 comentários:

  1. Tb já assisti a este filme, é muito lindo mesmo. Adoro o Gérard Depardieu.

    ResponderExcluir
  2. Ahhh vou amanhã na locadora buscar essa preciosidade, faz tempo que não assisto filmes legais e esse tem tudo para me encantar.
    Adoro o jeito como tu escreve sobre os filmes :)

    ResponderExcluir
  3. Mi, você é um doce. Prepare os lenços... Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Que bom, Maíra, realmente é lindo, e ainda tem quem diga que chorar faz bem para a pele, ou seja, a gente atira no que vê e acerta no que não vê. Mas o final é alto astral, ainda bem!
    Beijocas.

    ResponderExcluir

Comente, comente....
(este blog tem moderação, mas faço o possível para não demorar muito para aprovar os comentários)
Espero que tenha gostado.
Volte sempre!