quarta-feira, 9 de junho de 2010

Orgulho e Preconceito - 1

Orgulho e Preconceito
Jane Austen (1813)
L&PM (392 pág.)


Amei de paixão!
Este é um exemplo típico de como a persistência é uma qualidade a ser perseguida pelos leitores.

O começo é enjoadinho, a gente se irrita com os personagens, inclusive com a principal, Elizabeth Bennet, mas, de repente, no virar de uma página, se apaixona e não consegue mais largar o livro e, quando ele acaba, quantas saudades!
(os franceses têm uma expressão para se apaixonar que eu acho que se aplica bem a este caso: "Coup de foudre" ou seja, a pessoa se sente atingida por um raio, um sentimento intenso e imediato). 


História romântica, é claro (afinal, isso não faz mal a ninguém), muito bem escrita e conduzida.


Gostei muito da capa da L&PM.  Acho importante que um livro tenha uma bela capa, já que aquela imagem vai nos acompanhar por vários dias, semanas e acaba influenciando na forma como nós vemos os personagens e a história e infelizmente algumas editoras não têm esta preocupação.


Assim, esta realmente é de muito bom gosto e adequada à obra, não ficando em nada a dever a outras edições pelo mundo (que também têm capas lindas):


Para terminar, tendo em vista a paixonite declarada, este livro ainda volta nos próximos posts...


Super recomendado!

[terminei em 16/05/2010]


Continuações: (1 - 2 - 3 - 4 - 5)

5 comentários:

  1. Nossa esse livro é ótimo, terminei de lê-lo também recentemente. Não achei muito monotono o início, isso talvez se deve pelo fato de ter recordado muito o filme...
    Mas em fim, o livro é ótimo. Dos livros de Austen, com certeza O&P é o meu predileto!(claro que atualmente Mansfield Park tem roubado a cena...)

    ResponderExcluir
  2. Encontrei teu blog por acaso, na busca por sugestões de livros franceses. Não tive tempo ainda de ler com a devida atenção, mas já vi que esta será minha fonte das próximas leituras! Parabéns pelo blog!
    Paulo Ricardo

    ResponderExcluir
  3. Agradeço pelos comentários. Sejam Bem-vindos!

    Natalie, eu deixei para ver o filme depois do livro... talvez seja por isso. Mas foi melhor assim.

    Paulo, tomara que você encontre boas sugestões aqui. Você lê em francês?

    ResponderExcluir
  4. quando será que irão fazer orgulho e preconceito 2?

    ResponderExcluir
  5. Regiclau... Jane Austen, a autora, morreu em 1817. Outros escritores, empolgados com o romance, já fizeram histórias com os mesmos personagens, mas não podem ser consideradas continuações. Recentemente, até, a escritora de romances policiais P D James ambientou uma história de assassinato em Pemberley... me deu curiosidade e estou aguardando a tradução sair.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Comente, comente....
(este blog tem moderação, mas faço o possível para não demorar muito para aprovar os comentários)
Espero que tenha gostado.
Volte sempre!